https://grupopsiquemt.com.br

Gestão por Competências e a Estratégia da Organização

Competência é o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que se adquire sobre algo ao qual utilizamos para solucionar adequadamente um problema ou atingir um determinado objetivo.

Em suma, competência é a soma dos conhecimentos, das práticas e dos comportamentos em volta das atividades realizadas. Por exemplo, para se dirigir um veículo dentro de uma cidade, precisamos ter conhecimentos como a legislação de trânsito, prática de direção e comportamentos de dirigir com atenção, entre outros. 

Compreender a importância e a forma de desenvolver e gerir competências é essencial para uma empresa atingir resultados e evitar a falta de mão-de-obra qualificada para alcance de seus objetivos. Pois, uma boa gestão considera as competências essenciais para seu negócio em todas as etapas de seus processos, incluindo:
– Declaração da Cultura Organizacional (MVVO);
– Planejamento Estratégico; 
– Definição de metas organizacionais e individuais;
Gestão de Pessoas;
Recrutamento e Seleção;
– Treinamento e Desenvolvimento dos colaboradores;
– Avaliação de Desempenho;
– Feedback e Feedfoward;
– Descrição de Cargos e Salários;
– Plano de Carreira;
– Entre tantas outras.

Dentro de uma organização, existem competências que são relevantes em todos os níveis da empresa. As chamadas competências organizacionais essenciais ou básicas

Estas competências estão ligadas diretamente ao objetivo estratégico do negócio e a sua declaração de cultura organizacional: Missão, Visão e Valores praticados para atingir o seu propósito. 

As competências essenciais se firmam em três pilares estratégicos na organização:
1) Capacidade de expansão: deve manter sua capacidade de entrega e gerar novas oportunidades de negócios;
2) Diferenciação entre os concorrentes: estas competências devem ser únicas, distintivas e de difícil imitação no curto prazo;
3) Valor percebido pelo cliente: as competências essenciais devem ser firmadas como um dos “diferenciais” do seu negócio. 

Alguns exemplos de competências essenciais de uma organização são:
Comunicação (capacidade de falar com o cliente, fazer apresentações, ouvir e influenciar verbalmente. Capacidade de escrever, editar e documentar referências etc). 
– Orientação de equipe (capacidade de trabalhar com pessoas de maneira a comprometer-se com o cumprimento das metas e objetivos coletivos; cooperar com os membros do grupo e compartilhar de maneira justa o trabalho).
– Orientação para os clientes (capacidade de equilibrar expectativa e entrega aos clientes, mantendo-os esclarecidos e com sentimento de importância relevante).
– Parceria (capacidade de elaborar estratégias com clientes – interno e externo – para satisfação do negócio. Manter o nível de resposta e confiança com o cliente, atingindo as necessidades dos mesmos e da empresa).
Orientação para processos (capacidade de utilizar sistemas, antecipando consequências e prevenindo problemas. Adaptar-se às normas e regras. Seguir procedimentos estabelecimentos para garantir que o sistema funcione de maneira adequada e consistente).
– Entre tantas outras.

Em sua empresa, quais as competências essenciais guiam seu modelo de negócios? 
Você conhece, pratica e se identifica com a declaração de cultura de sua empresa? 
A missão da sua empresa te causa orgulho e satisfação? 
Os valores estão de acordo com seus princípios? 

A missão, visão e os valores podem ser comparados a um mapa ou até o GPS de uma empresa. Ou seja, são importantes direcionadores da ação e do comportamento dos colaboradores. 
Imagine o que é trabalhar em uma empresa que não definiu ainda o seu principal propósito de existir e para onde está indo. Como será que os colaboradores se sentem neste contexto? Será que eles conseguem direcionar seus esforços em prol de atingir os objetivos organizacionais?

Conheça o MAPA. Um sistema de mapeamento de competências comportamentais para compreensão do potencial produtivo do seu time. 

 


Por: Alexsander Oliveira
Psicólogo Headhunter
Diretor Administrativo do Grupo Psiquê



Deixe uma resposta